Buscar

Fim-de-semana de corridas em Ponte de Sôr: O regresso do MX Ribatejo


O passado domingo marcou o início do Motocross, após a paragem de verão do Campeonato Regional MX Ribatejo e o fim das provas do Campeonato Nacional de Motocross, onde, tal como havíamos já relatado, o nosso piloto Tomás Santos se consagrou pelo segundo ano consecutivo Campeão Nacional de Motocross na categoria 85cc.


Nelson Batista: Nelson Batista demonstrou logo desde do primeiro instante que se encontrava num campeonato completamente à parte de toda a restante classe, num grande equilíbrio entre moto e piloto, Batista alcançou o 1º tempo mais classe da categoria das 50cc Clássicas nos Treinos Cronometrados. Na primeira manga mostrou-se vitorioso, ao alcançar a vitória com uma vantagem de quase 48 segundos sob o 2º Classificado, tendo também registado a volta mais rápida da corrida. Na segunda manga, infelizmente a sorte não voltou a sorrir para Nelson Batista, tendo sofrido uma queda ainda no decorrer da 1ª volta, tendo que ser socorrido e transportado para o hospital, dando assim um final prematuro à sua época de 2022. Não podemos deixar de desejar uma rápida recuperação para o nosso piloto, com a ânsia de em 2023 retornarmos com mais excelentes corridas, como foi a do passado domingo. Resultado Final: 5º lugar (por desistência) Martim Espinho: 4 meses depois, Martim Espinha regressa novamente às corridas, após a lesão contraída em Alqueidão, aquando o Campeonato Nacional de Motocross e que o obrigou a uma cirurgia à clavícula esquerda. Espinho conquistou o melhor registo nos Treinos Cronometrados de MX2. Na primeira manga Martim Espinho conquista a holeshot porém sofreu uma queda na 4ª volta, enquanto liderava a corrida, tendo alcançado a 3ª posição em MX2 (vitória na categoria 125MX Júnior) Na segunda manga voltou a realizar o holeshot, tendo terminado na 2ª posição (vitória em 125MX Júnior. Resultado Final: 3º lugar MX2 (1º em 125MX Júnior). Tomás Santos: Tomás Santos aproveitou a prova do MX Ribatejo para se estrear aos comandos da sua nova 125cc, tendo assim participado na categoria MX2, com pontuação para 125MX Júnior. Porém, apesar do novo desafio, Tomás Santos demonstrou porque é o atual bicampeão de 85cc, tendo terminado os Treinos Cronometrados na 7ª posição, entre 40 pilotos presentes (2º melhor tempo em 125MX Júnior). Na primeira manga terminou na 7ª posição de MX2 (2ª em 125MX Júnior), sendo que na 2ª manga terminou na 8ª posição (3ª em 125MX Júnior). Resultado Final: 8º lugar MX2 (3º em 125MX Júnior). Tomás Silva: Tomás Silva é um caro exemplo em como a persistência trás sempre frutos e a sua evolução começa a ser notória. O piloto de Mafra alcançou o 7º melhor tempo nos Treinos Cronometrados. Na primeira manga de 65cc Tomás alcança o 5º lugar, sendo que na segunda manga finalizou no 7º lugar. Resultado final: 6º lugar.

150 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo